O profissional dessa área analisa e quantifica o risco presente nas operações de seguros, previdência complementar, planos de saúde e títulos de capitalização. Cabe a ele avaliar as possibilidades de danos e perdas da empresa seguradora ou previdenciária e determinar o valor das prestações do seguro e dos prêmios a serem pagos.

É ele também quem define as reservas que as empresas devem ter para garantir o pagamento dos benefícios ou dos compromissos contratados. Para isso, utiliza conhecimentos de matemática e estatística, estima a incidência de doenças, mortes, acidentes de trânsito ou de trabalho e fenômenos naturais, como enchentes e secas.

Ideal para quem gosta de números e de fazer contas. O currículo é carregado de disciplinas como cálculo numérico, contabilidade, economia, estatística e matemática financeira. Entre as matérias específicas estão marketing, informática, direito comercial, tributário e de seguros.

Em algumas escolas também há aulas de comunicação e expressão, que preparam para a monografia a ser apresentada no fim do curso e treinam o estudante em gramática e redação – prática importante, já que uma das principais funções do atuário é elaborar contratos e regulamentos dos planos de benefícios. O estágio não é obrigatório.

Duração média: quatro anos.