O fonoaudiólogo é o terapeuta que cuida das questões ligadas à comunicação oral e escrita. Ele trata deficiências de fala, audição, voz, escrita ou leitura. Atua em parceria com fisioterapeutas, otorrinolaringologistas, neurologistas e psicólogos no atendimento a crianças com dificuldade de aprendizado.

Com dentistas, trata de males que podem causar ou agravar problemas ortodônticos, como vícios de mastigação e deglutição. Auxilia também profissionais que utilizam a voz, como cantores, atores e locutores.

Pode trabalhar em clínicas, consultórios, escolas, hospitais e emissoras de televisão, entre outros locais. Para exercer a profissão é preciso registrar o diploma no Conselho Regional de Fonoaudiologia.

O currículo inclui disciplinas de diversas áreas. Da área de biológicas e da saúde, o aluno estuda embriologia, morfologia e patologias. Psicologia e pedagogia também compõem o currículo, bem como sociologia e lingüística.

As matérias específicas dão conta das especificidades da profissão, como motricidade oral, linguagem, audiologia e voz. Mas o estudante não vai escapar de aulas de física e matemática. No último ano é obrigatório apresentar uma monografia e fazer estágio. Duração média: quatro anos.