É a procura e a divulgação de informações por meio de veículos de comunicação, como jornais, revistas, rádio, TV e internet. O jornalista é o profissional da notícia. Ele investiga e divulga fatos e informações de interesse público, redige e edita reportagens, entrevistas e artigos, adaptando o tamanho, a abordagem e a linguagem dos textos ao veículo e ao público a que se destinam. Senso crítico, capacidade de expressão, domínio do português e de técnicas de redação são fundamentais no exercício da profi ssão. Ele precisa dominar, também, os softwares de edição de textos e de imagens.

Mercado de Trabalho:

As ofertas de emprego para jornalistas têm-se mantido estáveis nos últimos anos, mas recentemente uma movimentação do jornalismo na TV brasileira aqueceu o setor. Além do investimento que algumas emissoras, como SBT, Record e Bandeirantes, fizeram na montagem de equipes de seus telejornais, os canais ligados a assembléias legislativas e câmaras municipais de grandes cidades têm contribuído com a abertura de novos postos de trabalho. Quem preferir atuar no segmento de assessoria de imprensa encontra um campo favorável, principalmente em instituições do Terceiro Setor. O departamento de comunicação interna de empresas privadas e órgãos públicos também tem sido boas alternativas para o jornalista. Os maiores empregadores continuam nas capitais, principalmente em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, mas tem crescido o número de oportunidades em cidades do interior, sobretudo da Região Sudeste. Além de trabalhar com carteira assinada, muitos jornalistas atuam como prestadores de serviço fazendo trabalhos esporádicos.

Salário médio inicial: R$ 1.700

As disciplinas básicas são língua portuguesa, economia, teoria da comunicação, filosofia, história da arte e sociologia. Depois vêm as matérias específicas, como jornalismo informativo e interpretativo, técnicas de redação, jornalismo especializado, novas tecnologias de comunicação e diagramação. Há aulas práticas de fotojornalismo, produção gráfica e rádio e TV. Algumas escolas têm disciplinas voltadas para o trabalho na internet. Em várias outras, o curso é oferecido como habilitação de Comunicação Social. Duração média: quatro anos.

O que você pode fazer:

– Assessoria de imprensa
– Promover o contato entre uma organização e a imprensa, a fim de divulgar o nome da empresa, seus valores e produtos. Elaborar publicações destinadas a funcionários, clientes e fornecedores.
– Edição
– Definir o enfoque e o tamanho da reportagem e escrever o texto final. Em veículos impressos e na internet, selecionar fotos e ilustrações que serão usadas. Em rádio e TV, combinar imagens e/ou sons numa mesma fita para dar forma final a documentários e noticiários.
– Fotojornalismo
– Fotografar cenas reais, pessoas e acontecimentos para reportagens em jornais, revistas ou internet. Reportagem Coletar informações e redigir textos para divulgação em rádio, televisão, jornais, revistas ou internet.