Esse profissional da comunicação emprega técnicas para criar e manter a boa imagem de produtos, serviços, empresas e pessoas. Ele lida com texto, sons e imagens. Pesquisa o perfil do público-alvo, escolhe a abordagem e as mídias mais adequadas (cartazes, folhetos, jornais, TV, internet), elabora estratégias de venda e de comunicação e desenvolve o contato com os clientes.

É uma rotina puxada que pode atravessar madrugadas, em épocas de fechamento de campanha ou de projeto. A entrada no mercado se dá, normalmente, por meio de estágio numa agência ou no departamento de comunicação de uma grande empresa.

A teoria e a prática estão intimamente ligadas no curso, que tem duração média de quatro anos. Disciplinas como fotografia, redação publicitária e computação gráfica fornecem as técnicas de criação. O aluno também é treinado nas diversas linguagens da propaganda – política, comercial e institucional.

Matérias das áreas de administração e economia complementam o currículo. É importante, por exemplo, saber como montar uma planilha de custos. As escolas costumam exigir um trabalho de conclusão de curso. Em algumas, o curso de Publicidade é uma habilitação do bacharelado em Comunicação Social.